Envelhecimento

Existem técnicas para envelhecer aparentemente uma árvore jovem. Entre essas técnicas vai um destaque para as escarificações, denominadas em japonês por SHARI  (descasque do tronco) e JIN (descasque dos ramos), como se pode ver nas fotos abaixo.

Esta técnica só é aplicada a árvores de folha perene. Pinheiros e Zimbros são os mais indicados a esta intervenção. A madeira escarificada acabará por morrer, mas repare que foi deixada uma "tira" de casca que se prolonga até às raízes e que, continua a alimentar a folhagem. Essa madeira morta acabará por se tornar escura e pouco estética ao que o bonsaísta deverá recorrer a um truque para lhe devolver a brancura original. Para tratar essa madeira morta aplica-se-lhe uma "calda" feita de cal e enxofre em partes iguais tendo o cuidado de não a deixar cair sobre a terra pois o enxofre queimaria as raízes.





 


Floresta com SHARI na parte superior dos troncos


 

Outros processos de envelhecimento menos drástico têm a ver com a forma.

É sabido que as árvores jovens crescem na vertical e os seus ramos apontam para cima enquanto que nas árvores velhas as pernadas apontam para baixo devido ao peso dos ramos e folhas ao longo dos anos. Para dar a uma árvore jovem a aparência de árvore madura o bonsaísta, como já se disse anteriormente, recorre aos arames para dobrar a madeira e curvar esses ramos,  dando-lhe assim a aparência de árvore antiga. Podemos ainda tornar o tronco mais nodoso enquanto a planta é jovem, aplicando-lhe torções junto à base para que, no seu interior, se soltem fragmentos de madeira. A árvore ao crescer mostrará um tronco mais antigo, mais "vivido". Outra técnica que utilizo em Bonsai de casca lisa é o de, com uma lâmina, aplicar pequenos cortes na vertical. Esses cortes não se vêem  mas tornam-se cicatrizes quando o tronco engrosse. 

Mas, nada do que aqui foi dito se torna válido se o Bonsai não tiver raízes expostas junto à base do tronco nas quatro direcções, esse é o verdadeiro segredo  para conferir maturidade, deveremos  então incentivar essas raízes a crescer deixando-as à vista e encaminhando-as no momento do transplante e não permitir que o musgo cresça sobre elas.

Todos estes processos demoram anos a terminar, a natureza necessita do seu tempo, dos períodos de crescimento na Primavera e os de repouso para enrijar a madeira com o frio do Inverno. Isso temos de respeitar!

 

Home    Falando    História    Terra    Poda    Cuidados    Estilos    Espécies     Como fazer 

    Envelhecimento      Kyuzo Murata      Técnicas Avançadas