• Manter parafusos apertados e os carrilhões sem folgas.

  • As marcas mais modestas costumam não estar preparadas com um “Shielding“ nas cavidades dos Pickups e potenciómetros e até o aterramento pode não ser o correto, então isso tem de ser feito para eliminar os ruídos eletromagnéticos.

  • A cablagem da guitarra é importante para eliminar ruídos. Cabos de qualidade que ligam potenciómetros à terra, ao jack e aos pickups fazem a diferença. O ruído pode vir também do cabo de ligação ao amplificador, que se for de baixa qualidade provoca zumbidos indesejados e, sendo demasiado comprido, (acima dos 3mts) tem perda de agudos.

  • Os jacks de baixa qualidade costumam criar zebre nos contactos. Ver essa parte, limpar ou substituir.

  • Há quem defenda que grossas camadas de tinta e verniz influenciam o som da guitarra, nada melhor que um instrumento o mais natural possível.

  • Guitarras baratas e a totalidade das fabricadas na China vêm equipadas com condensadores de Poliéster. Faça-lhe um bom Shielding e substitua o condensador de Poliéster, Cerâmica ou o Orange Drop por um PIO "Paper in Oil" ou até mesmo um "Bumble Bee", se bem que por vezes um destes condensadores pode ser bem dispendioso, visto já não se fabricarem. O ganho é enorme, tanto que todas as nossas Ebora Guitars estão equipadas com este condensadores.

  • Se poder eliminar o Trémolo, quando este é no interior do corpo, do tipo Strato, só tem a ganhar.

  • Se uma revisão à guitarra passar pela troca de potenciómetros, atenção à qualidade e classe dos mesmos. Seguir uma regra básica de escolher classe A para o volume e classe B para o tom, pode ajudar, no entanto esta é matéria de gosto pessoal.

  • Mande fazer um Setup regular à sua guitarra. Este trabalho consiste numa revisão geral ao hardware, limpeza e afinação. Certamente ganhará qualidade de som.
  •